Bem Vindo/a ao Fitness Action Now


Blog




GORDURA VISCERAL


Tecnicamente, trata-se de uma acumulação excessiva de tecido adiposo (de gordura) na região intra-abdominal. Também é conhecida como uma gordura profunda armazenada mais abaixo da pele do que a chamada gordura abdominal. 
Ela corresponde a uma espécie de gel que se localiza ao redor de órgãos importantes do corpo humano como o fígado, o pâncreas e os rins. É a gordura visceral que cria aquela aparência de “barriga de cerveja” por puxar a parede abdominal para fora. 
Alguns fatores responsáveis pelo crescimento proporcional do armazenamento de gordura visceral são: o consumo de muitas calorias, os hormônios sexuais, a produção de cortisol, os hormônios do crescimento e o açúcar, que também podem determinar por que uma pessoa tem mais gordura visceral do que a outra. 
OS SINTOMAS DA GORDURA VISCERAL 
Alguns dos sintomas evidentes de que uma pessoa armazena a gordura visceral é o fato dela possuir uma barriga saliente e uma cintura grande. 
O fato de alguém apresentar um alto Índice de Massa Corporal (IMC) também é um sintoma de que o indivíduo possui gordura visceral, principalmente se o fator vier acompanhado de uma cintura grande. 
A gordura visceral é mais perceptível e acentuada em indivíduos que sofrem com a obesidade, entretanto, ela pode estar presente no corpo de qualquer pessoa e, em muitos casos, alguns indivíduos nem se dão conta disso. 
OS PERIGOS DA GORDURA VISCERAL 
Agora que já conhecemos o que é a gordura visceral e os seus sinais, vamos descobrir as razões que a tornam perigosa. 
Carregar um excesso de gordura visceral está associado ao aumento do risco de uma série de problemas de saúde como: câncer, doença arterial coronariana, acidente vascular cerebral (AVC), demência, diabetes, depressão, artrites, obesidade, disfunção sexual e distúrbios do sono, além de tornar a perda de peso mais difícil. 
Esse tipo de gordura é capaz de provocar vias inflamatórias, além de sinalizar moléculas que podem interferir com a normalidade da função hormonal do organismo. Estocar gordura ao redor dos órgãos interfere com os hormônios que regulam aspectos como o apetite, o peso, o humor e a função cerebral. 
A gordura visceral produz substâncias químicas e hormônios que podem interferir com a maneira pela qual os órgãos funcionam. 
COMO ELIMINAR A GORDURA VISCERAL? HIIT TRAINING? 

O benefício mais comum do HIIT - e certamente altamente significativo - é no que diz respeito à melhoria do consumo máximo de oxigênio, que está associada a uma importante proteção contra doenças cardíacas. Assim, o HIIT pode ser considerado o método mais vantajoso para combater os efeitos da doença cardiovascular, a principal causa de morte em todo o mundo e, talvez, igualmente importante são os efeitos agudos e crônicos do HIIT sobre a melhora da sensibilidade à insulina, tornando-se um forte aliado ao combate ao Diabetes, obesidade e síndrome metabólica.

Os efeitos do HIIT sobre a gordura visceral e a perda de gordura subcutânea são bastante encorajadores. E o impacto que o HIIT tem na redução da pressão arterial quando elevada) e na melhora do colesterol HDL são promissores.VEJA!

 
 






« Voltar